Dobra número de conversões de motor a diesel para gás natural

gás natural

Levantamento da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran) constatou que o número de veículos que passaram a ser abastecidos a Gás Natural Veicular (GNV) praticamente dobrou. Foram realizadas 18.027 de conversões em agosto de 2021, contra 9.364 no mesmo mês de 2020.

O constante aumento no preço dos combustíveis tornou o GNV em uma opção viável para os profissionais que passam muito tempo ao volante e precisam economizar.

Para o presidente da Aparem, Zauri Candeo, a conversão é interessante apenas para quem roda muitos quilômetros por mês, como os motoristas de aplicativos e taxistas. Em um trajeto de 100 km e considerando que o preço médio da gasolina está R$ 6,00 por litro, enquanto o do GNV é de R$3,00 por metro cúbico (m³)**, por exemplo, o motorista que optou pelo gás terá uma economia de até 60% no gasto com combustível.

Candeo avalia que para os que rodam poucos quilômetros por mês ou moram em cidades do interior, o uso de GNV não será benéfico. A ausência de postos com GNV disponível, o preço mais alto do gás nestes locais e a pouca circulação com o carro não pagam o investimento com a conversão.

Para adaptar o sistema de abastecimento do carro para o GNV, é necessário instalar um módulo eletrônico, cilindro, suporte e pagar pela regularização dos documentos. Em média, a conversão pode custar R$5 mil.

LEIA TAMBÉM:

+ 10 recomendações para uma boa conversão GNV

É importante destacar que o proprietário precisa submeter o carro à uma inspeção anual obrigatória e à requalificação do cilindro a cada cinco anos.

O presidente da Aparem foi um dos entrevistados pelo jornal SBT Brasil sobre o assunto. Assista abaixo:

** Dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis

Inscreva-se
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
0
Gostaríamos de saber sua opinião, por favor, deixe seu comentário.x
()
x
Rolar para cima
popup redes sociais2