5 mulheres que revolucionaram o setor automotivo

Bertha Benz - pioneira no setor automotivo

As mulheres têm conquistado espaço na indústria, em meio a muitos desafios, desigualdade e preconceitos. Conheça cinco mulheres pioneiras do setor automotivo:

Bertha benz

Em 5 de agosto de 1888, Bertha Benz se tornou a primeira pessoa a dirigir um automóvel particular movido a gasolina em um longo percurso.

Na época, seu marido, o engenheiro Karl Benz, estava desanimado com o futuro da máquina que tinha projetado e que se transformaria em um automóvel.

Para provar que o protótipo funcionava, Bertha percorreu 104 km entre as cidades alemãs de Mannheim e Pforzheim, acompanhada de seus dois filhos, para visitar a mãe e mostrar a criação de Karl, hoje considerado o pai do automóvel moderno.

A insistência de Bertha de testar o automóvel e repará-lo durante o percurso deu origem a fabricante Mercedes-Benz.

fLORENCE lAWRENCE

A canadense Florence Lawrence é mais conhecida pelos seus trabalhos como atriz, mas ela é também a inventora das luzes de seta e de freio dos veículos.

Os motoristas faziam gestos com os braços para sinalizar o que fariam. Até que Florence criou um sistema em duas bandeirinhas foram fixadas atrás dos para-lamas conectado ao sistema dentro da cabine. Quando o motorista apertava o botão, uma bandeirinha se levantava para indicar a direção que a curva seria feita.

Na traseira, uma placa com a palavra “Stop” (Pare) era ativada automaticamente quando o freio era acionado.

aLICE rAMSEY

Aos 22 anos, Alice Ramsey reuniu três amigas para ir de Nova York a São Francisco, na Califórnia (EUA), de carro em 1909. A jornada de 6.115 km foi feita em um carro Maxwell 30 e durou 41 dias.

Para fazer a viagem, Ramsey e suas amigas gastaram 11 pneus e enfrentaram estradas ruins, temporais, pneus furados e um grupo de homens que perseguiam um assassino.

Alice Ramsey foi a primeira mulher a atravessar um país dirigindo. Por causa da façanha, ela entrou no Hall da Fama Automotivo em 2000.

Ana Theresa Borsari

ANA THERESA BORSARI
(Foto: Divulgação Stellantis)

A advogada Ana Theresa Borsari se tornou a primeira mulher a comandar as operações comerciais de uma fabricante no país ao assumir o cargo de Diretora Geral da Peugeot no Brasil, em 2015. Além de ser a primeira brasileira a comandar o grupo francês.

Desde 1995 na empresa, a executiva passou por vários postos na operação internacional do Grupo PSA, foi responsável pela fusão da Peugeot com a Citröen na Eslovênia e coordenou a operação da Peugeot no Sudoeste da França, região com mais de 150 concessionárias.

Mary Barra

Graduada em Engenharia Elétrica, Mary Barra começou como estagiária na General Motors (GM) em 1980 e, em 2013, se tornou a primeira mulher a ser eleita CEO de uma montadora global.

Como CEO, ela impulsionou a GM para se tornar mais tecnológica, com a construção e o lançamento do veículo elétrico Chevy Bolt EV, carros autônomos e a criação de uma startup focada em carros sem motorista, a Strobe.

Em 2014, Barra entrou na lista das 100 pessoas mais influentes do mundo feita pela revista Forbes.

LEIA TAMBÉM

+ Mulheres conquistam espaço na reparação automotiva

Inscreva-se
Notificação de
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
0
Gostaríamos de saber sua opinião, por favor, deixe seu comentário.x
Rolar para cima